sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Ghiraldelli X Sheherazade: judicializações imbeciloides

TODOS QUE LEEM este blogue sabem bem que não sou um admirador da ex-âncora da TV Tambaú Rachel Sheherazade. Já teci fortes críticas contra o seu pensamento. Também já havia alertado que as BABOSEIRAS que ela comenta quando diante das câmeras sofreria fortes ataques, intensa oposição. Afinal, uma coisa é ela falar para um ESTADO com forte carência educacional, farto moralismo e fortíssima pieguice intelectual como é o Estado da Paraíba; outra coisa é falar para um país continental e "imaginar" que não sofreria nenhum tipo de ataque. 
POIS BEM, a última da Sheherazade é que ela PROCESSARÁ CRIMINALMENTE o prof. filósofo Ghiraldelli Jr, prof. universitário do Estado do Rio (UFRJ). Motivo? Diz Sheherazade que INCITAÇÃO AO ÓDIO, AO  DESRESPEITO, À INTOLERÂNCIA, enfim, é CRIME: intolerância da MAIORIA contra a minoria. Por quê? Em tese, o prof. filósofo teria desejado para ela um ESTUPRO em 2014 e que logo após - o estupro - ela encontrasse um TAMANDUÁ para abraçar. 

DESCONFIO que quanto mais DEMOCRATA se torna uma pessoa mais PODRE, IMUNDA E COVARDE se tornam suas ações... Então, VIVA A DEMOCRACIA!!!!


O BURACO É AINDA MAIS EMBAIXO... O PROBLEMA não se resume apenas À PÉSSIMA FORMAÇÃO DOCENTE EM NÍVEL SUPERIOR... VENHO CRITICANDO FAZ UM BOM TEMPO O MODELO DE EDUCAÇÃO BRASILEIRA, A FORMAÇÃO DOCENTE. Só para se ter uma ideia da FRAGILIDADE DO SISTEMA, um aluno universitário que curse Licenciatura em História pode ser admitido pelo poder público (geralmente, os municípios, mas os Estados não se furtam a contratar), mesmo sistema privado de ensino (escolas com menor expressão ou até mesmo por grandes escolas) para EXERCER O MAGISTÉRIO sem correr o risco de ser denunciado por EXERCÍCIO ILEGAL DO MAGISTÉRIO. Mas, se um mesmo aluno universitário, que curse medicina RECEITAR um analgésico corre um sério risco de ser denunciado por EXERCÍCIO ILEGAL DA MEDICINA. Temos aí, então, DOIS PESOS, DUAS MEDIDAS. Professores iletrados podem exercer o magistério e as instituições que ADMITEM estes RÁBULAS DO MAGISTÉRIO não sofrerão nenhuma punição legal. 



55% dos professores dão aula sem ter formação na disciplina

Bahia é o Estado que possui menor proporção de professores com formação






Pouco mais da metade (55%) dos professores do ensino médio da rede pública do país não tem formação específica na área em que atua. Em números absolutos, o percentual equivale a quase 280 mil docentes do país.

Em física, a proporção de especialistas na matéria cai a 17,7%; em química, a 33,3%.

Na rede particular, a situação é só um pouco melhor: do total de professores, 47% não possuem a formação ideal.

O levantamento, inédito, foi tabulado pelo Inep (instituto de pesquisas do Ministério da Educação), a pedido da Folha. A base é o Censo Escolar de 2012 (o mais recente).

Os últimos dados oficiais divulgados sobre deficit de professores no país referiam-se a uma estimativa da Capes (outro órgão da pasta), com informações de 2005, que englobavam também os anos finais do fundamental.

Considerando as redes públicas e privadas juntas, hoje 53,5% dos docentes do ensino médio não têm a formação ideal. Naquele ano, eram 51% (fundamental e médio).

A Bahia é o Estado que possui menor proporção de professores com a formação ideal (8,5%) no sistema público.




FORA DA LEI

Na outra ponta da lista está o Distrito Federal (71%). São Paulo possui 57% -o Estado afirma que, se o professor não tem a formação específica na matéria, ao menos tem diploma em área correlata (por exemplo, docente de matemática para física).

"Não existe uma oferta de profissional no ritmo que [a rede] precisa", reconhece o secretário de educação básica do Ministério da Educação, Romeu Caputo. Ele ressalta, porém, que parte do deficit é proveniente de matérias recentemente incorporadas ao currículo, como sociologia e filosofia.

Para Ana Lúcia Marques, diretora da escola Setor Leste, de Brasília, licenciatura faz diferença no ensino.

A escola, referência de ensino público na capital, diz ter todo corpo docente com formação específica. "Uma pessoa que faz engenharia [e dá aula de física] pode ter o domínio do conteúdo, mas não aprendeu o manejo da classe, que também é extremamente necessário", disse a diretora.

Para o professor de física no Distrito Federal Paulo Sérgio Alves, 54, a especialização não é um fator determinante, mas é importante.

"Na área de física, a maioria dos professores é de matemática porque sabe resolver, mas falta definição do conceito, falta habilidade para passar de onde vem aquilo."

Na tentativa de reverter o quadro, o Ministério da Educação lançou o pacto nacional para o fortalecimento do ensino médio. A medida prevê a realização, a partir do próximo ano, do curso de formação continuada para docentes da rede pública. Serão 90 horas de capacitação, com bolsa mensal de R$ 200.

O curso do ministério terá o objetivo não apenas de atualizar o conhecimento dos professores na área de atuação como desenvolver atividades para aproximá-lo dos alunos em sala de aula, afirma o secretário da área.



Folha
O ofício do cientista humanista, do historiador libertador


Um velho barbudo alemão uma vez escreveu que “a religião é o ópio do povo” e, desde então, isto foi ventilado, divulgado, comentado, tornado emblema de libertação política, social, cultural, científica. Assim, se visto de longe, parece que a única coisa a entorpecer “o povo” é a religião com suas fadas, duendes, semi-deuses (Jesus Cristo), santos e, por fim, falando em relação ao Ocidente contemporâneo: Deus. Outro velho, não menos barbudo, mas brasileiro, uma vez disse e um jornalista escreveu, eternizou, que o “sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão”**: profecia ou jogo contextual de determinada situação histórica? O fato é que o mundo fora dividido entre mocinhos e bandidos, entre deuses e demônios, entre revolucionários e reacionários, entre homens e mulheres, adultos e crianças e, nestas divisões, alguém levou a pior. É, portanto, ofício do cientista humanista consciente LUTAR por causas justas e contra as injustiças sociais, políticas de um “povo” que encontrou na religião a sua redenção. Todo o estabelecido deve ser questionado, deve ser desmistificado para que A VERDADE possa aparecer. É, assim, que para uma elite intelectual ler Marx é sinônimo de boa consciência para que nunca se deixe enganar pelas letras de Tati Quebra Barraco ou do Mc Copinho. Um cientista humanista está sempre a postos, sempre preparado para LUTAR contra as opressões, as injustiças sociais, a deflagrar uma guerra contra os PODEROSOS. O cientista humanista, o historiador libertador só ainda não chegou a “virar” uma possível terceira margem de rio. Isto seria espetacular.

** O sertão vai virar mar: de sangue, de corpos mortos, de muito sofrimento e dor;
** O mar vai virar sertão: esvaziamento das tropas litorâneas a fim de combater os camponeses "rebelados"


sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

MAIS UM: Uganda criminaliza homossexualidade

En Ouganda, les personnes homosexuelles pourraient risquer la prison à vie









Le parlement ougandais a voté vendredi 20 décembre une loi rendant l'homosexualité et sa promotion passibles d'emprisonnement à vie. | Flickr/torbakhopper

Le parlement ougandais a voté vendredi 20 décembre une loi rendant l'homosexualité et sa promotion passibles d'emprisonnement à vie.

Les parlementaires ougandais ont voté, vendredi 20 décembre, un projet de loi durcissant la répression de certains actes considérés comme homosexuels et prévoyant l'emprisonnement à vie en cas de récidive. Le projet de loi doit maintenant être soumis au président Yoweri Museveni.
L'homosexualité est déjà condamnée en Ouganda, mais la nouvelle loi durcit les peines et criminalise sa publicité, y compris les discussions de groupes militants. Le projet, qui remonte à 2009, avait été mis entre parenthèses en raison d'une levée de boucliers internationale. Le président Barack Obama l'avait alors qualifié d'« odieux ».
VIVES RÉACTIONS
Le vote de vendredi a provoqué de vives réactions. « Je suis officiellement dans l'illégalité », a commenté le militant homosexuel Frank Mugisha. Leslie Lefkow, de Human Rights Watch, a appelé le président Museveni « à ne pas signer la loi antihomosexuelle abjecte qui vient d'être adoptée ».
L'homophobie est très répandue en Ouganda. Des militants des droits humains y ont rapporté des cas de viol collectif de lesbiennes. En 2011, un militant des droits des homosexuels, David Kato, avait été poignardé à mort à son domicile après la publication dans un journal de noms, photographies et adresses d'homosexuels vivant en Ouganda sous le titre : « Pendez-les »

EFEITOS PÓS PLC 122: OS PULGÕES TECEM MENTALIDADE

EU LHES HAVIA DITO que após a derrota do PLC 122 os pequenos reacionários movimentar-se-iam. O sepultamento do PLC 122 não acabava de vez com a espécie de pulgões. Diante da derrota era preciso reinventar os caminhos e fazer o elogio do que chamam, os militantes, de CONQUISTAS. Os praticantes desta política mínima, estreita, direitista/legalista goza ainda de grande força no cenário social, cultural, intelectual, científico. A saída do pastor Marcos Feliciano da Comissão de Direitos Humanos (CDHM) deve premiar agora os homossexuais e outras "minorias". É preciso O SOMA de Huxley para não deixar a "peteca" cair. Uma política positiva para ninar criancinhas.


quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

A GARGALHADA DE SILAS MALAFAIA: A CAPETADA


Os senadores paraibanos - Cássio Cunha Lima, Cícero Lucen e Vital do Rego - votaram a favor do SEPULTAMENTO do PLC 122... Alguém esperaria MILAGRES nesta seara? KKKKKKKKK

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

PLC 122: SEPULTADO

OS MILITANTES homossexuais do front receberam hoje uma notícia não muito boa. É que o PLC 122 - aquele que visava criminalizar a HOMOFOBIA no Brasil - foi, na prática, definitivamente enterrado. Não me dedicarei a comentar os detalhes do seu trâmite. Os militantes do front lamentam os esforços de 12 anos de "luta". Aos homossexuais da militância ofereço a minha gargalhada, a minha antipatia, o meu deboche, o meu riso escroto e digo: DEMOROU DEMAIS. Aos homossexuais menos amistosos, àquelas bichas corajosas, aos gays praticantes da GRANDE POLÍTICA é hora de assistir a tudo e calar: AINDA NÃO CHEGOU A NOSSA HORA. Os pulgões ainda resistirão; eles ainda têm, reúnem forças suficientes para levantar do túmulo: portanto, não é a nossa hora: NÃO NOS INQUIETEMOS, somos mansos e pacientes. As feras irão agitar-se, mas o açoite dos PEQUENÍSSIMOS DOMADORES DE FERAS estalará. Ao açoite prosseguir-se-á a recompensa: O PETISCO. Agora aprendam comigo uma coisa, servirá para o futuro: DEPOIS DE GRANDES IDEIAS NASCEM SEMPRE GRANDES RESTRIÇÕES - esta foi sempre a tônica das "revoluções" -. Quem tiver ouvidos ouça!!!!

Depois do PAPA FRANCISCO, só deu INÊS BRASIL

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Até tu, Romário? KKKKKKKKK

O DEPUTADO FEDERAL e ex-jogador Romário, o conhecido BAIXINHO, anda prestando TRIBUTOS à comunidade LGBT's. Foi flagrado saindo de um MOTEL com uma TRANSEXUAL, por sinal, linda, gata, gostosa, delícia. Será que O GOSTO é a única coisa que ele tem com o FENÔMENO, o Ronaldo? 




SOBRE O FATO o Baixinho comentou na sua página do Facebook: 

"De acordo com esta foto, estão colocando mais uma na minha conta, só que dessa vez uma transgênero. O nome dela é Thalita, gente boa, sangue bom, inclusive é minha camarada, minha parceira e de alguns amigos meus também [PELO VISTO TEM MUITA GENTE ESCONDENDO O GOSTO KKKK]. Agora, como mundo já sabe, notícias minhas, dependendo do objetivo, viram novela ou seriado. Vamos acompanhar para ver com quantos capítulos essa terminará e, o mais importante, como terminará. Com certeza, galera, casamento não vai rolar…kkkk (sic)"

VIVA BABEL DE TODAS AS TRIBOS!!!!!

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

O fracasso dos "inocentes": o gozo dos indecentes

INDAGARAM-ME por que não sou um DEMOCRATA. No mundo científico a tônica é a democracia (os profetas do NOVO MUNDO anunciam a inclusão científica), no mundo da educação (da pedagogia) tudo é realizado de modo a confirmar, a consolidar cada vez mais os INTERESSES DA DEMOCRACIA. Nas universidades, nas escolas de ensino básico aprendi desde cedo que deveria copiar, fundar clubes, defender o sistema político democrático: o partido de Deus. E já naqueles momentos questionava-me bastante por que eu tinha de ser um democrata. Veja, os negros conquistaram muitíssimas coisas - graças a RES PUBLICA e as ideias abolicionistas -; as mulheres conseguiram ser aceitas nos espaços públicos e terem direito ao voto - agora universal -, bem como, os mendigos, os analfabetos e os militares que também não votavam. Vejam só, então, quantas benesses a DEMOCRACIA trouxe. Como, então, não ser um DEMOCRATA e bardo defensor seu? Responderei tal indagação com mais uma indagação: POR QUE A MINORIA DEVE SUBMETER-SE A VONTADE DA MAIORIA (pela mera quantidade?)? Eis que, aqui, então, faço lobrigar palidamente o princípio da contradição dos defensores - insurrectos perenes - da DEMOCRACIA. Outro problema: POR QUE DEVO ASSUMIR DÍVIDAS DE OUTROS TEMPOS HISTÓRICOS COMO MINHAS para reconhecer "DIREITOS" (ser democrático)? Quer um exemplo? Não escravizei nenhum negro, então, por que devo assumir este passado tenebroso (o que será que diabos é, então, a DEMOCRACIA?)? Para terminar, enfim: POR QUE DEVO SOLIDARIZAR-ME COM OS HOMOSSEXUAIS em questões políticas? SER, pois, um DEMOCRATA, respondendo ao caro amigo, não pode fazer parte de minha "natureza" politika: por quê? Porque quando se pensa pela QUANTIDADE e pelo DIREITO se pratica o mal contra a INDIVIDUALIDADE submetendo-a, sujeitando-a a PEQUENAS QUANTIDADES que respondem pela MAIORIA. 

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Rússia: o inferno dos gays

TENHO LIDO nos grandes portais da mídia internacional, bem como, nos blogues e pequenos portais da mídia nacional que a homossexualidade, sobretudo, a homossexualidade na Rússia e Índia viraram caso de polícia e apelação para as CORTES INTERNACIONAIS. Recentemente, a suprema corte na Índia sentenciou ser crime a homossexualidade com base no código britânica do séc. XIX (1860) - sinceramente, isto não me assusta -. Ainda pouco um ator que anda fazendo bastante sucesso na Rússia resolveu declarar - em meio a política de hostilidades aos homossexuais russos - todo o seu REPÚDIO à homossexualidade

"Eu colocaria todos vivos em um forno. Gays são uma ameaça aos meus filhos"



Trata-se do ator de 47 anos Ivan Okhlobystin. Sua fala também não me assusta e tenho que concordar que os gays, realmente, são uma ameaça aos filhos de Okhlobystin, na verdade, são uma ameaça a todos os heterossexuais. O discurso gay tem se pautado pela POLÍTICA DA BOA VIZINHANÇA, quer dizer, os gays dizem que não querem "dominar o mundo", mas já dominaram. Os gays são, realmente, uma ameaça por seus estilos de vida múltiplos - uns abonecam, outros continuam na descendência dos heteros-adão (metidos a machos infuricáveis), outros procuram manter-se "neutros" -. O fato é que gays realmente são ameaçadores. Sua simples presença ostensiva, declarada num determinado ambiente é o bastante para que todos saibam que o mundo não é óbvio, que tudo o que aprenderam está sob múltiplos aspectos ideologicamente conformado, orientado, construído, feito, realizado; basta uma  BICHA entrar numa igreja para causar tumultos, intrigas ou agitação espiritual de toda espécie. Gays não querem dominar o mundo; gays já dominaram o mundo. Há uma fita rosa em toda esquina, há professores pelo mundo inteiro pregando "liberdade" sexual. Gays são gays menos por suas sexualidades, por suas práticas sexuais. O gay é antes de tudo uma invenção política. Foi o golpe mais desastroso dos moralistas para desestabilizar grandes reformas que ainda estão por vir. Se os gays nasceram nos laboratórios científicos, foi na rua que ele aprendeu a chocar e a chocar-se com a realidade de todos os cotidianos. Queimar, apedrejar, maltratar, esfolar não vai adiantar nada. O mundo já se pauta pela homossexualidade embora muitos preguem a pluralidade de gênero, sexual... Os gays tomaram o lugar dos grandes reformadores do gênero, da sexualidade. Um pouco mais de atenção e se verá que os gays são uma fralde do ponto de vista das reformas e que existe outra, digamos, espécie, que dominou a todos e todos não os reconheceu. Quem será? Não vai pensar que foi Jesus, o Cristo. Tenho dito!!!!

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

LE MONDE: Na Índia prevaleceu o código britânico de 1860 que afirma: "homossexualidade é CRIME"

Quando, enfim, entenderão as bichas que um DIREITO é algo que se toma à força? Quando, enfim, terão forças para instituir suas próprias tábuas de valores? Quando, enfim, as bichas viverão livremente como as travestis?

***

Inde : la justice confirme la loi pénalisant l'homosexualité

Le Monde.fr avec AFP |  • Mis à jour le 



La loi pénale indienne qualifie l'homosexualité de comportement « contre nature » puni d'une amende et de dix années d'emprisonnement.
La loi pénale indienne qualifie l'homosexualité de comportement « contre nature » puni d'une amende et de dix années d'emprisonnement. | AFP/DIBYANGSHU SARKAR

La Cour suprême indienne a confirmé, mercredi 11 décembre, la validité de la loi, héritée de la législation du colonisateur britannique, qualifiant l'homosexualité de crime.

La Cour a cassé un arrêt pris par un tribunal de New Delhi en 2009 qui dépénalisait les rapports entre adultes consentants de même sexe, estimant qu'il revenait au Parlement de légiférer sur un tel sujet.
La Haute Cour de Delhi avait considéré en 2009 que l'article 377 du code pénal de 1860, qui criminalise les relations homosexuelles consenties, surtout la sodomie, constituait une « violation des droits fondamentaux » de la Constitution. « Il revient au Parlement de légiférer sur ce sujet », a déclaré le juge G. S. Singhvi dans sa décision mercredi.

DÉCISION « INATTENDUE »

La décision de la Haute Cour de Delhi était contestée par plusieurs groupes religieux du pays, en particulier par des dignitaires musulmans et chrétiens, qui avaient fait appel devant la Cour suprême. « Le pouvoir législatif doit envisager desupprimer cet article de la loi conformément aux recommandations de l'avocat général », a ajouté le juge G. S. Singhvi.
Jusqu'à présent, la loi pénale qualifie l'homosexualité de comportement « contre-nature » puni d'une amende et de dix années d'emprisonnement. Même si la législation est très rarement appliquée, des associations de défense des gays se plaignent de vexations, intimidations, voire harcèlements par des policiers.
« Une telle décision était totalement inattendue de la part de la Cour suprême. C'est une journée noire pour la communauté homosexuelle » a réagi Arvind Narayan, avocat de l'association pour les droits des homosexuels Alternative Law Forum.

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Os três pês da educação no Brasil: da pré-escola à pós-graduação

Sem muitas delongas e abreviamentos... O primeiro P diz respeito à PEDAGOGIA que trata a criança nos termos da idiotia. Ver-se aí as velhas e bondosas TIAS (primárias) "educando" as criancinhas para os grandes engodos: A TOLERÂNCIA, A CIDADANIA E O MUNDO DO TRABALHO. O segundo P diz respeito à PSICOLOGIA que nos mesmos trilhos do P da pedagogia "aconselha" as criancinhas ao "comportamento obsessivo", isto é, àquilo que é "bom" para o MUNDO e ruim para ela própria: é, exatamente, quando este segundo P se transforma em E (de evangelização), portanto, a psicologia é a responsável cognitiva pela idiotização das crianças. Mas, e quanto ao terceiro P? O terceiro P diz respeito à PATOLOGIA, pois uma "educação" como esta de nossas escolas é fruto, evidentemente, de MENTES DOENTIAS, pois Privar a liberdade em nome da TOLERÂNCIA, Privar o desejo em nome da "boa educação" e, por fim, Privar a livre manifestação em  nome do  RESPEITO À CIDADANIA é de todos os pês o que mais se pratica e o que mais contagia. Deste modo, as crianças e os adultos "educandos" deveriam também encontrar um P para ter com o que PROTEGEREM-SE. Nada demais se, como nos tempos idos, nestes tempos de agora encontrassem também os "educandos" o que os jesuítas tinham  por  seu P: o P de PAU.

Cássio ou Ricardo? O gato ou a ratoeira?

OS ALIADOS do governador Ricardo Coutinho (PSB) surpreendem.!. Alguns já admitem a POSSIBILIDADE de uma VIRADEIRA na aliança RICARDO-CÁSSIO. Os mais experientes no TRATO das coisas e menos AFOBADOS pressagiam uma consulta PÚBLICA para saber quem O POVO DESEJA para ser candidato: CÁSSIO OU RICARDO? Evidente, as BESTAS-FERAS, O PULGÃO, A RAIA MIÚDA desta terra miserável escolherá um ou OUTRO. O problema, caríssimos vizinhos, é que as BARATAS, os RATOS, toda a espécie de PESTE não temem os GATOS, menos ainda as RATOEIRAS. Tenho dito!!!!

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

"Vai tomar no cu.... Vai tomar no cu... Bem no olho do seu cu"

AS BESTAS-FERAS e vendalhões da Paraíba, de João Pessoa e arrebaldes, ENCANTADOS pelo PRESTÍGIO do ex-governador (cassado, diga-se de passagem por conduta vedada) e hoje senador Cássio Cunha Lima (PSDB), imaginou estar em suas cercanias quando propôs uma emenda ou projeto para CALAR a voz dos internautas pelas redes sociais e mundo web a fora com a desculpa de que APENAS seriam punidos os internautas comprados por partidos de oposição com a intenção de DENEGRIR a imagem dos adversários (alguém precisa denegrir a imagem de um político no Brasil?). Se deu mal. Imaginem as consequências políticas de uma proposta como essa para uma campanha eleitoral presidencial às portas? Afinal, O PSDB tem candidato - o senador Aécio Neves (PSDB-MG) -. Dizem por aí que Tico - cantor da banda DETONAUTAS - pegou pesado com o Senador... Mais PESADO pegou o senador quando propôs a CENSURA e penalizações aos internautas. Bom, o fato é só um e deve ser seguido: #VAITOMARNOCUSENADOR! Tenho dito!!!!!

Abaixo a MANIFESTAÇÃO DE TICO SANTA CRUZ via REDES SOCIAIS

Fotos de Tico Santa Cruz




Este post está liberado todo tipo de manifestação contra esse CENSOR sem vergonha. Pode demonstrar sua indignação a vontade.
SENADOR do PSDB.




quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

NOVOS ARRANJOS DE GÊNERO, MAS "AINDA SOMOS OS MESMOS COMO NOSSOS PAIS"

Homem grávido se casa com namorada transgênero na Argentina; padre católico abençoa união


O argentino Alexis Taborda, de 26 anos, é transexual masculino e está grávido. Ele, que nasceu mulher, passou pelo processo de readequação sexual mas manteve os órgãos sexuais reprodutivos, o que possibilitou que ele engravidasse da namorada Karen Bruselario, também transexuxal.
Assim como Taborda, Karen também manteve os órgãos sexuais. Os dois, que se casaram na última semana, esperam a chegada do primeiro filho. Taborda está de oito meses e é o primeiro caso reconhecido na Argentina de um homem a dar à luz.

Situação semelhantes já aconteceu nos Estados Unidos, com o transexual Thomas Beatie.

A Argentina, que reconhece a Lei de Identidade de Gênero, possibilitou ao casal uma certidão de nascimento em seus nomes atuais.

O padre católico Raúl Benedetti afirmou que a cerimônia de casamento só poderia ser realizada se ambos usassem o nome de batismo. No entanto, o sacerdote decidiu dar uma benção ao casal.

"Não há problema com a gravidez. É uma coisa normal e comum como tantos outros casos", declarou Raúl Benedetti, pároco da igreja Nuestra Señora de Aranzazu.

Alexis Taborda e Karen Bruselario esperam por uma menina, que se chamará Gênesis.


Alexis Taborda e Karen Bruselario
Fonte: A Capa

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Os gabirus assustaram-se com a esperteza do Gato Gordo

TORNOU-SE polêmica a proposta do Senador Cássio Cunha Lima (PSDB) de penalizar por malversação, calúnia, difamação, ataque moral e à honra, pela internet, políticos (a pena para tal CRIME varia entre 5 e 30 mil reais). Os gabirus, a grande espécie de pulgão, as pulgas saltitantes, os carrapatos, a raia miúda, todos de um mesmo modo, levantaram-se contra o Gato Gordo (o senador). Uns viram no projeto do Gato Gordo barreira suficiente, censura, tolhimento de LIBERDADE (a grande pergunta é: o que um idiota pregador de liberdade entende de liberdade?); outros imaginaram que o tal projeto do Gato Gordo era FANTASMAS da nossa ditadura ou algum OBSESSOR alemão dos tempos de Hitler... Um tal Goebbels, por exemplo. Seja como for, o Gato Gordo deixou soar demais o seu GUIZO. Tanto o GATO GORDO, quanto as pulgas, os carrapatos, o pulgão, a raia miúda é, como se diz no nordeste, FARINHA DO MESMO SACO. O Gato Gordo quer esfolar... Os gabirus e sua gente querem preservar a baixeza de seus instintos ao proporem por tantas outras linhas, em pedido ao Gato Gordo: DEIXEM-NOS AO MENOS GRITAR - é apenas mesmo o que lhes resta. Abaixo você confere o Gato Gordo tentando esconder o seu Guizo. Tenho dito!


QUEM QUISER QUE CONTE OUTRA

domingo, 1 de dezembro de 2013

QUEM DIRIA: DILMA volta a crescer e OPOSIÇÃO cai; o velho espírito de censura democrática (que contraditório!)

QUEM DIRIA que a presidente Dilma Rousseff (PT) recuperar-se-ia das manifestações miúdas do mês de Junho!? Pois não apenas se recuperou como ainda aponta para uma provável vitória já em primeiro turno na "campanha" vindoura. A pesquisa DATAFOLHA diz que Dilma, dependendo do cenário tem entre 41 e 47% dos votos e a oposição não chega nem a 20% individualmente. Com popularidade em alta Dilma ruma à reeleição. Fica sempre a indagação: onde terá adormecido aquele GIGANTE que roncou em Junho? A resposta é que NÃO HAVIA GIGANTE NENHUM. Era o pulgão, a raia miúda, as pulgas, os carrapatos saltitando e uma oposição raivosa que tomou a imprensa para dizer que tudo aquilo era POVO. Os tais criollos da NOVA AMÉRICA ainda resistem e estão espalhados pelas REDAÇÕES dos grandes veículos de comunicação e proliferam-se caudilhisticamente na POLÍTICA como lagarta in PLANTATION. Quem tiver OLHOS que veja! Tenho dito!!!!

E SOBRE CÁSSIO CUNHA LIMA E O TAL PROJETO POLÊMICO... De multar comentários a partir da internet... Veja isto!


sexta-feira, 29 de novembro de 2013

A GRANDE BATALHA: A estética X Os cromossomos (gênero ou transgênero?)

ACABO de escrever uma TESE (de doutorado) a respeito de gênero, sexualidade, discurso - especificamente a respeito de TRAVESTIS -. No debate contemporâneo as/os travestis - "determino" aí o gênero pelos artigos onde as significa travestis (do masculino para o feminino) e os significa travestis (do masculino para o feminino) -. Ocorre que, nos estudos acadêmicos, eles/elas aparecem sempre de uma perspectiva bastante envelhecida e empobrecida. Se de um lado, os pesquisadores articulam-se para aí estudá-l@s a partir de delineamentos biológicos, biologizantes (com uma pegada de negação), por outro, muitos pesquisadores vão buscar na política sua redenção (travesti). Todo o debate gira, então, ao redor de questões envelhecidas e empobrecidas. Se por um lado  não se pode mais afirmar que nascemos homens ou mulheres em detrimento de nosso aparelho genital, antes, de nossa estrutura anatomo-física (adeus ao sexo cromossômico), por outro lado também não se pode afirmar - senão por um ato de vontade - que travestis se constituem por insubordinações, insurreições, subversões políticas de gênero (com pegadas intencionalistas, etc.). Minha TESE, justamente, propõe a superação destas ideias (destas duas TESES contrárias). Você, então, poderá indagar-se: então, o que você defende? Infelizmente, ainda não posso publicar nada mais afundo aqui, porque ainda não a defendi. A partir do próximo ano, quando já terei defendida e apresentada para toda a comunidade acadêmica interessada, enfim, poderei ventilar os seus resultados mais surpreendentes. Por enquanto, então, basta vocês saberem quem nem o biológico, nem o político dão conta - senão por vias IDEOLÓGICAS bastante acentuadas, pronunciadas - de analisar melhor o que se acostumou apelidar, chamar de transgênero. A propósito, outra falha dos estudos, do estado da arte (dos debates contemporâneos): o transgênero ou a transgeneridade AINDA NÃO EXISTE. Abaixo você poderá conferir uma matéria bem interessante de "uma menina" que por meio de técnicas e tecnologias ligadas ao gênero obteve sua "transformação, reinvenção, correção da natureza, readequação e termos correlatos que se usa hoje em dia nos estudos de gênero" para um novo programa de gênero: o gênero masculino. Boa leitura!


***


Transexual polonês mostra sua transformação de gênero feminino para o masculino; veja!


"Gato", "perfeito", "lindo", eu casava!". Estes são alguns dos elogios que o polonês Oliver vem recebendo nos últimos dias. O jovem transexual, de 20 anos, resolveu criar um blog onde conta sobre os processos de transformação que envolveu sua cirurgia de readequação sexual.
Em "Loading Oliver", além de dar dicas voltadas ao universo masculino, como se barbear, obter um corpo mais definido e dietas, o rapaz responde de forma clara e objetiva dúvidas relacionadas à terapia de reposição hormonal, na qual se submete desde abril de 2011.

Além de textos, Oliver publica fotos que mostram passo a passo o processo de sua transformação. A imagem abaixo é uma delas.
Entre outros assuntos, o jovem aproveita para quebrar preconceitos em torno da sexualidade de gênero. "É engraçado como até mesmo as pessoas que se assumem trans acham que podem ficar sozinhas, não arrumar ninguém. Elas precisam saber que não são as únicas transex no mundo. O que as torna únicas são suas escolhas", escreveu.
Sobre as cirurgias em si, Oliver conta que já passou pelo processo de readequação sexual e também retirou as mamas. "Eu costumava ter uma sensação muito desagradável nos primeiros meses pós-operatório. Parecia que eles não estavam mais lá, a não ser pela cicatriz que me fazia lembrar", conta o rapaz sobre a sensação pós remoção dos seios.
Apesar do sucesso do seu blog, Oliver diz que tem uma vida normal como qualquer outro garoto e que passa boa parte do seu tempo se dedicando aos estudos, já que acaba de iniciar o curso de designer de produtos.
Confira abaixo um dos vídeos de Oliver onde ele mostra o processo de sua transformação do gênero feminino para o masculino.


Fonte: Blog do João + Revista A CAPA

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Escolarização e Educação

ESTOU NO FIM do meu doutoramento em Sociologia e tenho já nova e profundíssima preocupação: a escola e a educação. Ando vencendo todas as LEIS que aí se estabeleceram para normatizar, regular, legislar a seu respeito. Ando já vencendo muitas pedagogias e pedagogos. Ando já com uma imensa vontade de superação do MODELO ÚNICO de escola e educação que aí estão postos disfarçados sob mil matizes aparentes. Que NOVÍSSIMA INSTITUIÇÃO opõe-se ao modelo escolar e de educação que temos? Até o momento temos uma escola de FRACOS. Já não será o momento de INVENTARMOS a escola de FORTES? 

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Renúncia, Luceninha, Carta ao Povo de Cabedelo

O SENADOR Cícero Lucena (PSDB) disse que a renúncia do prefeito de Cabelo, Luceninha, é um "ato de desespero". Bom, como todos sabem, sou bastante franco. Se é para qualificar o ATO diria que foi um ato de POUCA OUSADIA, de burrice mesmo, claro, considerando apenas os MOTIVOS APARENTES ditos pelo próprio prefeito renunciante: a dívida da prefeitura é enorme e sua gestão/administração é impossível. No entanto, o agora ex-prefeito de CABEDELO em CARTA ABERTA AO POVO deixa nas entrelinhas transparecer mais do que gostaria as forças que lhes instigaram à renúncia. Diz Luceninha que,

"a história de um homem público deve ser escrita com a caneta da coragem. E coragem é ter a capacidade de assumir seus limites, de só ir onde suas pernas podem suportar. Ter coragem, às vezes, é aceitar que não podemos ir além"

 "a glória do poder carrega com ela sabores inimagináveis. Tarefas árduas, missões difíceis rondam a cadeira cobiçada"

Para quem não reparou, mas a escrita de Luceninha é toda em PRIMEIRA PESSOA. Os problemas relatados na carta são MENOS problemas de ordem pública do que PESSOAL o que significa dizer em miúdos: LUCENINHA estava sendo pressionado. POR QUEM? As especulações e o tempo dirão. De que sabores inimagináveis estaria falando Luceninha? Que árduas tarefas, que missões difíceis são essas que RONDAM a cadeira cobiçada? Como ninguém acredita em CONVERSA DE POLÍTICO o desafio da Esfinge continua: "DECIFRA-ME OU EU TE DEVORAREI".

Leia a CARTA na íntegra

Ao povo de Cabedelo

Há onze meses exerço com orgulho o mandato que o povo de Cabedelo me confiou para administrar essacidade que amo. E é para esse povo que me dirijo agora para anunciar uma decisão sofrida, solitária, mas muito pensada e de caráter irrevogável. Depois de noites insones refletindo sobre o caminho que deveria seguir cheguei a conclusão que a história de um homem público deve ser escrita com a caneta da coragem. E coragem é ter a capacidade de assumir seus limites, de só ir onde suas pernas podem suportar. Ter coragem, às vezes, é aceitar que não podemos ir além, mesmo sabendo que iremos decepcionar aqueles que amamos e que em nós depositaram a sua confiança.

Administrar Cabedelo é uma honra da qual me orgulharei para o resto da vida. Mas a glória do poder carrega com ela sabores inimagináveis. Tarefas árduas, missões difíceis rondam a cadeira cobiçada. Agradeço a Deus a oportunidade de realizar o sonho acalentado; à minha família, pelo amor incondicional; aos servidores da Prefeitura, pela dedicação; aos amigos pelo apoio de todas as horas; e ao povo de Cabedelo peço perdão por não cumprir até o fim todas as promessas feitas. A todos, peço a compreensão para que não me julguem, apenas acreditem que está acima das minhas forças suportar o fardo que hoje carrego.

De cabeça erguida deixo a Prefeitura de Cabedelo nas mãos do companheiro Leto que tem toda a competência para levar adiante o novo tempo começamos a construir nesta cidade. Como cidadão, continuarei trabalhando pelo seu desenvolvimento. Peço o apoio da população e a ajuda da Câmara Municipal para que o companheiro Leto possa governar até o final da gestão. Entrego neste momento os destinos da minha querida Cabedelo ao vice-prefeito Leto que assumirá a titularidade a partir de agora conforme preconiza a Lei Orgânica do Município.

Se nessa jornada a alguém magoei ou prejudiquei, peço que me perdoe. Se alguém pude ajudar de alguma forma, fico feliz que não tenha sido em vão. A todos, estarei sempre de portas abertas em minha casa, no seio de minha família, como sempre estive. Fiquem com Deus.

José Maria de Lucena Filho (Luceninha)

terça-feira, 19 de novembro de 2013

2 em 1: PLC 122 e o MEC de Mercadante

1 PLC 122 - O PL DA PIADA

BOM, depois de um tempo muito longo, de acertos e desacertos, amanhã, dia 20 (do corrente), quarta-feira, será levado para votação em plenário (no Senado) o FAMOSÍSSIMO PLC 122 que trata a respeito do PRECONCEITO HOMOFÓBICO. O texto que será apresentado foi BARGANHADO por determinadas instituições e dentre as tais a que mais saiu LUCRANDO - coisas indulgentes - foi a instituição religiosa: padres, pastores, bispos, arcebispos, até o PAPA no VATICANO poderá fazer CHURRASCO DE BICHA no púlpito. POR QUÊ? O novo texto - guarda-chuva - enfia nas mesmas especificações e tipificações NEGROS, PUTAS, DONZELOS, VELHOS, COXOS, MALANDROS e, claro, BICHAS, VIADOS E AS CAMINHONEIRAS, LEIDES E TRAVAS. O movimento negro NÃO GOSTOU MUITO DA IDEIA de ter sido misturado aos QUEERS (estranhos, esquisitos), mas, no fim, depois de muitas negociações, acabou entendendo que faz parte mesmo do GRANDE GUARDA-CHUVA que é agora este novo texto, este novo PL 122. Enfim, pastores, padres e correlatos diretos e indiretos poderão QUEIMAR AS BICHAS nas Igrejas, fazer até um churrasco de .... Fica a dica.


2 O MEC DE MERCADANTE

O ministro da EDUCAÇÃO resolveu dizer que os PROFESSORES brasileiros são pessimamente REMUNERADOS no Brasil e que, ao passo que seus SALÁRIOS NECESSITAM DE REAJUSTES REAIS e não apenas acompanhar a inflação, NECESSITAM MELHORAR A QUALIDADE DO QUE FAZ EM SALA DE AULA. Bom, tenho cá minhas dúvidas... Concordo em parte com o MINISTRO. Há professores que são, realmente, pessimamente remunerados e outros que são remunerados até demais. Os que são pessimamente remunerados? AQUELES QUE SE VOLTAM contra a PEDAGOGIA DO PAULO FREIRE, A PEDAGOGIA DA DIREÇÃO ESCOLAR E DOS SECRETÁRIOS DE EDUCAÇÃO (EM SEUS ESTADOS E MUNICÍPIOS), DA MORAL E DOS BONS COSTUMES BRANCOS E PRECONCEITUOSOS, DA VIDA EDUCACIONAL COMO TRAMPOLIM PARA A VIDA MATERIAL, etc. Os outros? Ah, os outros são... Você entende, né?

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Da NOIA de Descartes ao IMPÉRIO DA RAZÃO acadêmica de hoje: nossa descoberta

NÃO IREI ME DELONGAR muito como costumo fazer. Não desta vez. Lembro que na escola primária, nos primeiros anos de de-formação intelectual as professorinhas - formadas pelo velho curso normal - ensinavam sem titubeios que NÓS, OS SERES HUMANOS éramos racionais e que isto nos elevava acima de toda a fauna. Ficávamos encantados em saber que de todo os bichos da fauna éramos os mais privilegiados, os mais importantes. 
Bom, até bem pouco tempo os cientistas acreditavam fatidicamente que o tamanho do cérebro era sinônimo de maior ou menor inteligência, racionalidade. De fato, estávamos na ERA DA PEDRA LASCADA do saber. Passamos agora para a ERA DA PEDRA POLIDA onde há muito mais MAQUIAGEM POLÍTICA em termos dos conhecimentos do que RAZÃO. Bom, o fato é que hoje em dia - contrariando a velha tese de que o ser humano era dotado com nada menos do que 100 bilhões de neurônios - os cientistas descobriram que não transcendemos aos 86 bilhões de "neuras". Nossa, grandessíssima descoberta! Na comparação com os cães, por exemplo, somos OS CARAS DA INTELIGÊNCIA. Tadinho dos nossos leais amigos... Possuem apenas em média 160 milhões de neurônios. Então, seguramente, muita gente acredita que é RACIONAL porque tem 86 bilhões de neurônios. Mas, e se a relação fosse um pouco invertida para descobrirmos a racionalidade, o que poderia acontecer? Será que a NOSSA TÃO VENERADA RACIONALIDADE não é em parte fruto de OCASIÃO POLÍTICA? Vejamos, então.
O que há de mais desenvolvido nos cães senão o seu FARO, isto é, o seu sentido olfativo? Vamos aos números... Os seres humanos, aqueles dos 86 bilhões de neurônios, têm apenas 5 milhões de células olfativas e um JUÍZO BEM GRANDE. Os cães possuem entre 200 a 220 milhões de células olfativas. Você sabe o que isto quer dizer? Que seria, então, de um SER HUMANO, se comparássemos em termos de racionalidade - percepção do mundo pelo olfato -? Os seres humanos tornar-se-iam SERES IRRACIONAIS e, na fauna, teriam um bem pequeno prestígio. A conclusão parece bem lógica: O QUE CHAMAMOS DE NOSSA RAZÃO E QUE NOS COLOCA NO TOPO DA FAUNA É APENAS FRUTO DE UMA ATIVIDADE POLÍTICA, não de uma superioridade natural. 

domingo, 10 de novembro de 2013

Sempre o velho FERREIRA GULLAR: não ter razão para inventar a paz

ACHO QUE TODOS SABEM que costumo ler a Folha de São Paulo - a versão gratuita - aos domingos. E como sou um pouco briguento costumo sempre pegar no pé do velho poeta Ferreira Gullar. Neste domingo que amanhece tão frio aqui em casa corri rápido para o computador para ler o poeta. Hoje ele resolveu escrever sobre "frases". Mas, o que me importa é menos suas frases do que suas tiradas racionalistas sobre a paz. Num parágrafo muito profundo de sua inteligência artística diz-nos o poeta que,

 Falando sobre o conflito entre palestinos e israelenses, observei que ambos os lados alegam estarem com a razão e, enquanto isso, vêm se matando há mais de 50 anos. Acho que eles deviam parar de ter razão --disse eu então-- e fazer um acordo de paz. E contei também como, certo dia, minha namorada veio me encontrar para irmos ao cinema, mas começou uma discussão entre nós, cujo desfecho foi ela pegar a bolsa e ir embora. Eu fiquei ali, cheio de razão, mas triste para cacete. Então disse a mim mesmo: o que importa não é ter razão, mas ser feliz.

Esta "frase" em negrito fora cunhada pelo poeta num colóquio da vida numa Flip (Feira/Festa Literária de Paraty). Este velho poeta nunca ouvira dizer que a paz é, de certa forma, a continuação da guerra de um modo um tanto mais silencioso ou impronunciável? Outro efeito desastroso que quer nos inocular o poeta é o fato de assumirmos o INVENTO - popular - de que a felicidade necessita de paz. Alguém por favor grite: A FELICIDADE SÓ PODE EXISTIR COMO UM FENÔMENO DA GUERRA. Pronto, falei. Se israelenses e palestinos cessarem fogo, chegarem a um acordo, firmarem a paz inevitavelmente chegarão ao estado espiritual do POVO BRASILEIRO: não ter pelo que lutar, então, engordarão e lotarão todos os consultórios de saúde mental de suas nações. Criarão Estados de dementes, ociosos, felizes e, claro, em PAZ. 

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Pica CAUSA confusão e clamor em prova do 4° ano no ACRE

VEJAM VOCÊS meus colegas o nível moralizador que se lastreia em "nossas" escolas. Uma prova elaborada para o 4° ano usa tirinhas da turma da Mônica para avaliar o nível de compreensão textual dos alunos. No último quadrinho da tirinha (modificado, evidentemente no seu texto original) uma personagem de Maurício de Sousa - MAGALI - respondendo à indagação de um comerciante diz que quer: PICA. Assustados, até os alunos informaram à professora que havia IMORALIDADE em sua prova: tal é o nível de comprometimento intelectual destas criancinhas. Vejam a tirinha aí:

A diretora não soube explicar, a coordenadora pedagógica também não sabia explicar, a professora não sabia explicar, o digitador também não soube explicar, menos ainda a secretária de educação e o prefeito do município. O governador do Acre não sabia explicar, nem Dilma Rousseff, a presidente petista, quis comentar. Todos se ESPANTARAM com uma PICA numa prova de 4° ano, todos horrorizados com a PICA. Ninguém, no entanto, assustou-se, ESPANTOU-SE com o tal espanto que uma PICA foi capaz de provocar: espanto pobre, moralista, espanto de asnos. No entanto, não deveria, justamente, ser a ESCOLA o lugar adequado para a dissolução dos espantos? Fica a PICA. 

domingo, 27 de outubro de 2013

HOJE É DIA DE ESCREVER: ENEM

 ESCREVER ASSUSTA. No entanto, é algo tão simples, tão bobo, tão "natural"... Por que escrever, então, assusta, causa pânico, medo, deixa a alma fria e os pés trêmulos? O medo, o pânico, o temor, então, revela-se. Tudo isso está menos no fato de escrever, mas no como escrever e sobre o que escrever. Quem escreve, um dia disse um poeta NOIADO, depois de ter fumado muita maconha, "lambido" muito crack: "escrever revela a alma". Tem gente que tem medo de que outras pessoas a enxerguem por dentro por meio da escrita. Não apenas seus segredos mais profundos e impronunciáveis, mas também sua cafonice, burrice, breguice, seu moralismo e atraso mental. Há psicólogos espalhados por todo lado, é verdade. No entanto, escrever nunca foi tão chato. Escrever uma redação, por exemplo, para uma PROVA como o ENEM é preciso ter estômago. A escrita, neste caso, é avaliada por inquisidores medievais. Seus instrumentos de tortura revelam-se na grafia trêmula e desconexas de alguns - talvez, a maioria - dos alunos. Para uma redação desta natureza exige-se de cara a VELHA TRINDADE: Coesão, Coerência, Claridade das ideias. Portanto, no ENEM, a regra é: abaixo o TESÃO. Lembra lá a tal REDAÇÃO DO MIOJO do ano passado? Aquela parte da REDAÇÃO - onde o "moço" ensinava a fazer um miojo - era a fuga do "normal", da regra, da chatice, era a parte do TESÃO, do tesão que desperta ao escrever. Imagina, então, se numa redação de hoje uma mocinha resolve na prova , no parágrafo de desenvolvimento, "falar" de sua vida sentimental e de sua primeira transa com um desconhecido dentro de um busão? - REPROVADA, por mérito! Escrever ASSUSTA. Mas, só assusta quando a escrita é PEDIDA, é EXIGIDA. Quando a escrita é DADA, oferecida, ofertada, ela se torna divertida, animada, debochada. E aí é onde se revela menos a alma. Alma, poeta, disse-me uma vez um filósofo: "A alma é nada".

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

As bichas vão INVADIR o Shopping Tambiá e realizar um BEIJAÇO: domingo dia 27

O ANTRO DO CAPITALISMO MODERNO será alvo das pós-modernas e iluministas bichas pessoenses. As bichas, sentindo-se OFENDIDÍSSMAS em suas dignidades de latrina - porque é assim que os centros comerciais as enxergam - cornearão em público a velha moral e os velhíssimos costumes. Sim, certamente, hastearão mastros multicoloridos - suas bandeiras - e enroscar-se-ão - quais demôni@s no paraíso do consumo - na frente dos filhinhos INGÊNUOS dos pequenos e dos grandes burgueses desta oligárquica João Pessoa. Os OSSOS do defunto varonil João Pessoa hão até de chacoalhar em sua tumba. E tal ação as bichas chamarão de CONSCIÊNCIA POLÍTICA, LUTA POLITICA, REIVINDICAÇÃO POLÍTICA, EXIGÊNCIA DE DIREITOS IGUAIS, TOLERÂNCIA e as mais afoitas em LEGISLAÇÃO cobrarão a tão sonhada lei de criminalização da HOMOFOBIA. 
FOLGO APENAS em imaginar que duas línguas masculinas salteando uma por dentro da outra ali, bem em frente ao CAFÉ SÃO BRAZ encontrar-se-ão e mostrar-se-ão vívidas, cuspindo fogo; folgo em saber que um casal de bichas magrelas usando óculos na febricitação do ORGULHO de sua sexualidade, de seu prazer anal, possam uma à outra bolinar-se, passar suas mãos delicadas de desenhistas nas nádegas  viçosas e ululantes uma da outra aos olhos escandalizados dos mercenários, dos empresários, dos exploradores da força de trabalho dos garçons, garçonetes que preconceituosos em suas juventudes até, eventualmente, poderão apoiar os seus PATRÕES. SALVEM O SHOPPING TAMBIÁ, ouço gritos... As bichas invadiram a PRAÇA DE ALIMENTAÇÃO para comerem-se, degustarem-se no BEIJO sem receio... Olhos reluzentes... SALVEM O SHOPPING TAMBIÁ!, as bichas estas crueis e malvadas criaturas... Bichas nossas irmãs... Bichas... Morte às bichas... Bichas vivas enroscadas no mastro de suas bandeiras GARGALHANDO da velha moral coercitivamente que pratica. Viva as BICHAS nossos desejos escandalizados numa praça de alimentação, expostos no frio espaço do consumo. Babel levanta-se mais poderosa do que nunca!

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Marina Silva, a asceta!

CHEGA A DOER nos ouvidos - eles ainda se escandalizam, acreditem! - o fato de um político, uma personalidade política de grande expressão no país - digo país (Brasil) por desonestidade ideológica mesmo - vir a público e vomitar sua logorreica, sua verborragia política com grandes ares sentimentalistas - não acharíamos aí, nós, homens e mulheres da grande ciência (os iluministas) - o pathos da política brasileira? -, com fortíssimos caráter ascético para querer nos convencer que o poder pelo poder não alimenta o seu desejo, sua alma cristã. Que não somos ingênuos disto todo mundo sabe. Somos os grandes estrategistas, os maiores escafandristas destas almas arruinadas que procuram levantar-se pelos degraus do poder. E por que digo estas coisas com tão grande modéstia? Marina Silva - aquela que entrou numa suruba política ainda pouco - resolveu em entrevista à rádio CBN e ventilada pela Folha de São Paulo esta pérola que nos comove, certamente:

"Não tenho como objetivo de vida ser a presidente da República. Tenho como objetivo de vida lutar para o Brasil ser melhor, para o mundo ser melhor, e, se para isso necessário for ser presidente da República, tenho toda a disposição, como tive em 2010" (para a matéria completa clique AQUI)

É VERDADE, Marina quer apenas o nosso bem; cuidar do nosso planeta, enredar-nos na sua rede cristã partidária; ah, para, não quer ser presidente só por ser presidente, só para ter o gostinho bom de pisotear na cabeça de seus velhos e inimigos ideólogos; não, Maria quer ser presidente para tomar a nossa cruz e ela mesma carregá-la. Ah, pobre Dilma (do PT), Aécio e Campos, então, deverão sentir-se envergonhados; é verdade, Marina na PRESIDÊNCIA do Brasil o mundo deve encontrar uma enorme MELHORIA. Agora, evidentemente, tudo isto, os aperfeiçoamentos e os melhoramentos, claro, só acontecerão se para isto Marina for eleita presidente: ela se dispôs, está à nossa disposição. Que DEUS nos livre destas MELHORIAS para todo o sempre. Assim seja!

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Stephen Fry visita o Brasil para entrevistar Jair Bolsonaro e mãe de Alexandre Ivo como tema de seu próximo documentário

PEÇO-LHES que ouçam palavra por palavra, oração por oração, jogos de sentidos por jogos de sentidos; peço-lhes que não se decidam AINDA e antecipadamente por nenhuma parte no confronto, na beligerância caso seja isso possível; peço-lhes que encontrem no fundo de cada uma palavra que aparece no teaser do documentário o mais completo vazio. 


sábado, 19 de outubro de 2013

SER CRIANÇA

Você podia estar aqui
Aqui com a gente, brincando de ser feliz;
Você podia ter se tornado criança novamente
Mas, a astúcia, a ganância, a sedução te impediu
Agora você nos vê passar sorrindo, felizes
De um lugar conhecido onde desejaria agora estar.
Talvez, esta cena tenha te feito entender
Que a infância nunca passa
Que a vida adulta sempre foi um golpe, uma sedução

Que nos toma a liberdade de criar

João Cândido Tessar

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

VELHO PROBLEMA: NOVO MOÍDO NA CDH de Marcos Feliciano

OS PROTESTANTES e seus partidários, seus simpatizantes, parecem não dar descanso aos gays. Quando tudo parece tranquilo... Vem uma nova proposta de cerceamento de liberdade, justamente, por parte de quem deveria ser mais condescendente, pelo menos, do ponto de vista institucional e funcional. A mídia inteira publicou a aprovação de uma nova proposta - já aprovada na Comissão de Constituição e Justiça, presidida pelo pastor deputado, ou melhor, deputado pastor Marcos Feliciano - cuja intenção é BARRAR, mesmo, EXPULSAR gays, em caso de COMPORTAMENTO INADEQUADO, de seus templos religiosos. Há uma VONTADE tremenda de  trazer toda a discussão que envolve homossexualidade, por parte da Ala Conversadora brasileira,  para o lado religioso da coisa, das crenças, do apelo popular, etc.
O VELHO PROBLEMA é como EXPLICAR, pelo menos, negar, que a RELAÇÃO HETEROSSEXUAL - desde que o casal heterossexual não seja estéril - não garante a perpetuação da espécie? BOM, não há como. Um homem e uma mulher quando se unem sexualmente gera uma nova criatura ou um novo ser, um novo indivíduo, mais um infeliz. Como explicar na ESCOLA - coisa tabu ainda - que DOIS HOMENS, mas também, DUAS MULHERES podem ter relações sexuais, podem amar-se, ser felizes e, no limite, PROCRIAR? LEIO coisas demasiadamente estúpidas tanto dos religiosos como dos pós-graduados que entram nesse jogo tolo com que frequentemente os religiosos os arrastam ou tenta os pós-graduados arrastá-los, os religiosos cristãos, para ridicularizá-los, taxá-los de atrasados e coisas correlatas. 
DE LADO A LADO, a estupidez impede o estabelecimento de um novo caminho. É muito difícil para um pós-graduado do RAMO, quero dizer, afeito ao MOVIMENTO GAY admitir que só há uma maneira - com o que chamamos o método natural - de um novo ser vir ao mundo, pela relação heterossexual (eis aí um axioma); por outro lado, é dificílimo para um religioso admitir - baseado em suas crenças - que uma relação sexual ou afetiva entre duas pessoas do mesmo sexo biológico seja algo instituído pelo próprio Deus (eis aqui uma crença). Para constatar a sua antipatia apontam logo o Levítico 18: 22-24 - "Não te deitarás com outro homem, sendo tu homem, pois é abominável". 
BOM, os gays já entenderam que o que faz a procriação ou, pelo menos, a procriação não depende apenas, exclusiva e estritamente da relação heterossexual. PRO-CRIAR, isto é, ser a favor da criação, favorecer a criação é muito diferente de reprodução. Um casal gay, por exemplo, não ajudaria na procriação e perpetuação da nossa espécie ao recolher de abrigos, orfanatos, etc. crianças abandonadas por uma espécie de reprodutor irresponsável? Não ajudaria no trabalho da CRIAÇÃO DIVINA ao acolher em sua singularidade um infeliz que nasceu para o mundo e o mundo o rejeitou? Os cristãos religiosos ainda não entenderam isto e isto não significa sinônimo de ATRASO INTELECTUAL, MENTAL OU CULTURAL, ou fundamentalismo e coisa do gênero. É verdade que os cristãos (os religiosos) têm uma fixação nos GENITAIS absurda. PAREÇO OUVIR ALGUÉM LÁ DA IGREJA DIZER: É a vagina e o pênis ou nada. 
Uma última coisa... Não há verdade de LADO A LADO nesta beligerante relação estúpida. Não temos como NEGAR que relações heterossexuais geram novos seres, mas também não temos como suportar a ideia que SEXO seja única e exclusivamente para os propósitos da reprodução... Que cristão negaria o ORGASMO (ai, Jesus, vou gozar!)? Que pós-graduados militantes negariam a realidade reprodutora da heterossexualidade? Tenho dito!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Professores, Governos e a Pedagogia da Prosperidade

ONTEM FOI o dia dos professores. Não publiquei nada, não escrevi nenhum texto. Resolvi deixar o dia passar. Li por todos os blogues (blogs), portais, saites (sites), páginas pessoais, etc. aquele tipo de bordão vulgar: "A educação é o futuro da nação" - se isto fosse mesmo uma regra, uma verdade, o Brasil não teria chegado à quinta ou sexta economia mundial -. Pois bem, então, aparece nos principais canais de televisão aquela luta heroica dos professores/professoras cariocas contra o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. E todo mundo vendo aquelas cenas - chocantes - apieda-se dos infelizes professores/professoras. A Rede Globo dedicou um programa quase que inteiro aos professores/professoras - Encontro, com Fátima Bernardes -. Um programa de uma pieguice, com tonalidades bregas que chegavam a alguns momentos provocar ânsias de vômito. Bom, não assisti, não li nada - neste dia dos professores/professoras - que, realmente, valesse a pena. Fiquei com a sensação de que o que menos importava era a educação. Havia apenas por um lado uma "discussão" de política salarial péssima que os governos ofereciam aos professores/professoras, por outro, uma necessidade estranha de emplacar a pedagogia da prosperidade: professor/professora têm que ganhar bem, cada vez melhor. Fiquei com a sensação de que "a luta" dos professores/professoras era uma luta egoísta. Quer dizer, não se tocou na política salarial que os governos aplicam aos vigilantes, secretári@s, assistentes administrativos, merendeiros, pessoal de apoio escolares como se a EDUCAÇÃO fosse produto apenas de realização magisterial. Fiquei com a sensação de que, na EDUCAÇÃO BRASILEIRA, os únicos necessitados eram os professores e professoras. E a cada momento que passava do dia eu me perguntava se em algum momento os programas de televisão parariam para "discutir", realmente, a educação. Nada, a educação naquele cenário de ONTEM era o que menos importava. A imprensa queria vender o seu produto, os professores/professoras queriam ser vist@s na sua lastimável luta por SALÁRIOS MAIORES. Todos esquivavam-se se o assunto era EDUCAÇÃO. Então, perdoem-me os amigos e amigas professores e professoras pelo que vou "dizer" a partir de agora...

Professor, Professora,

Vocês têm o salário que merecem - salvo uma ou outra exceção -. No geral, vocês merecem, talvez, até nem mereçam o que ganham, quanto ganham; ganham até demais. No geral - perdoem-me aqueles mais ousados, as exceções -, vocês dão nojo, asco. Vocês são - mais uma vez lembro das exceções pouquíssimas, mas existentes - os perpetuadores de uma sociedade fraca. É preciso ter um saco para vômito quando se conversa com um professor, professora. É fácil apelar na mídia, é fácil enganar crianças e adolescentes sendo muito mais escalados do que todos eles. Muitíssimos professores, professoras sequer compreenderam o ofício a que se dedicam/ram e acabam por reproduzir clichês e opressões. Se uma inteligência escolar lhe desafia e o professor/professora se ressente sabemos o que acontecerá a esta inteligência escolar. Uma escola é como um grande LAGO; os governos são como pescadores com iscas grandes e pequenas. Os pescadores não fisgam os PEIXES - neste caso, os professores, professoras - pelo RABO, mas pela BOCA. É aqui que entendo dizer: quem tiver ouvidos que ouça!